quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Homenagem a Vergílio Ferreira

Vergílio Ferreira nasceu há cem anos

1916-1996

Um homem de pensamento, romancista, diarista, contista e ensaísta nasceu há cem anos na aldeia de Melo-Gouveia. Um escritor multifacetado, que escreveu mais de 50 livros. Parabéns, Vergílio Ferreira!

Filho de António Augusto Ferreira e, de Josefa Ferreira que, em 1927, emigraram para o Canadá, em busca de uma vida melhor, ficando Vergílio com os irmãos mais novos. Esta dolorosa separação é descrita em Nítido Nulo. A neve - que virá a ser um dos elementos fundamentais do seu imaginário romanesco - é o pano de fundo da infância e adolescência passadas na zona da Serra da Estrela. Aos 12 anos, após uma peregrinação a Lourdes, entra no seminário do Fundão, que frequentará durante seis anos. Esta vivência será o tema central de Manhã Submersa.
Para o conheceres melhor, consulta : https://pt.wikipedia.org/wiki/Verg%C3%ADlio_Ferreira

Alguns dos seus livros:



A nossa homenagem:








quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Propostas da BE para o mês de janeiro

A tua Biblioteca propõe-te, este mês: 

Escritora do mês - "Alice Vieira"


Filme da Semana - "Os Cinco e a Ciganita"


Monitores da Biblioteca

VISITA-A E PARTICIPA!

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

SESSÃO FORMATIVA

APRENDER COM A BIBLIOTECA ESCOLAR




Local: Auditório Abade de Baçal                        

Data: 26 e 28 de janeiro

Hora: 17:00/20:00  

Formadora: Rosário Caldeira - Coordenadora Interconcelhia da RBE


Agenda para o 2º Período

Eis a nossa Agenda para o 2º Período!
E, à maneira de Goethe, 

A ousadia tem genialidade,
poder e magia..
Basta envolver-se
e então a mente acende-se.
Comece e, em seguida,
o trabalho será concluído.



segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Uma sugestão para o início de 2016

O  presente  volume  expressa  algum  do  conhecimento  atual  acerca  de  práticas  educativas em  lugares  de  património,  sobretudo  os  das  bibliotecas.  Para  além  deste  objetivo  que é  o  da  partilha, aqui  se  convoca  o leitor a  uma  reflexão aprofundada e  abrangente  sobre  leituras,  memórias,  história  e  património.  Um  aspeto  essencial  e  agregador desta reflexão é exatamente a potencialidade educativa a que o património,  enquanto fonte de memória, permite aceder. Digamos que é a partir da compreensão  da  memória  histórica,  visível  e  palpável,  porque  feita  presente,  nos  lugares  e  materialidades  patrimoniais,  mas  também  dos  documentos  impressos  e  digitais  do  presente,  que  a  educação  dialoga  com  a  história,  concedendo  uma  ampla  gama  de  recursos para qualificar a experiencia educativa.  (...)
 in Nota introdutória por Tatiana Sanches. Dezembro de 2015.
Uma publicação do Instituto Politécnico de Tomar.

In Blogue RBE

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

BOAS FESTAS E FELIZ NATAL


LISTA DE NOVIDADES BIBLIOGRÁFICAS


NOVA LISTA BIBLIOGRÁFICA

A Biblioteca tem novo espólio, diversificado em temas, autores e público.
Vem à Biblioteca requisitar um livro do teu agrado!

Conhece as novidades!