segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto


No âmbito da evocação do Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, que anualmente se comemora no dia 27 de janeiro, a Direção-Geral da Educação do Ministério da Educação e Ciência realizou um webinar subordinado ao tema Dia Internacional em Memória do Holocausto – Aprender com o Passado, Ensinar para o Futuro. Acede à página do Ministério da Educação e Ciência ou dirige-te à tua biblioteca escolar e saberás um pouco mais sobre o assunto.

Ainda sobre o holocausto...

“Memória dos Campos” é conhecido como o documentário nunca visto de Alfred Hitchcock sobre o Holocausto.  A película, realizada em 1945 para mostrar aos alemães as atrocidades nazis e vetada pelos aliados devido à brutalidade das suas imagens, está finalmente pronta para ser mostrada ao público. 

Um pouco de história...
Em 1945, Alfred Hitchcock ficou em choque. O “mestre do suspense” ficou tão horrorizado ao ver as imagens da chegada das tropas aliadas aos campos de concentração, no fim da Segunda Guerra Mundial, que ficou uma semana sem conseguir voltar aos estúdios. Em seguida, empenhou-se na produção do filme, que editaria as imagens chocantes para mostrar aos alemães a dimensão dos horrores do Holocausto.
No entanto, as autoridades britânicas consideraram o filme tão forte que não permitiram o seu lançamento oficial
O jornal Independent conta que as bobines de “Memória dos Campos“, como se chamou a obra, ficaram durante anos armazenadas no Museu Imperial da Guerra. Em 1984, uma versão incompleta foi projectada no Festival de Cinema de Berlim. No ano seguinte, foi transmitida nos EUA, pela cadeia de televisão PBS, uma versão de baixa qualidade.
Foi apenas para os 70 anos da libertação da Europa do poder nazi, que se completam em 2015, que o museu decidiu restaurar o filme de forma a mostrá-lo, oficialmente, ao mundo.
Afinal, que filme é este?
São imagens da chegada das tropas aliadas aos campos de concentração, sendo recebidos pelos sobreviventes e, em seguida, recuperando os debilitados e encontrando os corpos dos que morreram por doença ou extermínios em massa.
Filmadas por soldados britânicos e soviéticos, as imagens revelam campos de concentração como AuschwitzBergen-Belsen (cerca de metade do filme), Buchenwald e Dachau.
Veja aqui um pequeno excerto do filme, com legendas em espanhol (contém imagens fortes):

domingo, 18 de janeiro de 2015

A ESCRITORA MANUELA RIBEIRO NAS ESCOLAS ABADE DE BAÇAL


Uma manhã com muitas histórias assinalou a vinda da Escritora Manuela Ribeiro à nossa Escola!

O Jardim de Infância e os alunos do 1º e 2ºciclos desafiaram a imaginação, exibindo as suas habilidades dramáticas, com base nas obras da Escritora: Castanho e Branco, Uma Letra Mil Palavras, Rapto em Londres, Um assalto à Quinta

Uma manhã de encontros ricos com a leitura!


video



quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

ESCRITORA MANUELA RIBEIRO

A ESCRITORA MANUELA RIBEIRO
na Escola Augusto Moreno


A leitura está em ação, mais uma vez!
Agora com a coleção Aventuras de Miguel e Ricardo, Uma Letra, Mil Palavras e Castanho e Branco da Escritora convidada.
Alunos do Pré-Escolar, 1º e 2º ciclo marcaram já encontro, para o dia 13 de janeiro.

Vem à Biblioteca, conhecer a sua obra!

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA – Iª FASE


A Iª Fase do Concurso Nacional de Leitura está a decorrer nas três Escolas com 3º ciclo, do nosso Agrupamento.
A prova de apuramento é já no dia 14 de janeiro. Prepara-te!


Aposta na leitura!

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

FELIZ ANO DE 2015

Mais uma etapa concluída, mais um ano que passou. Que 2015 seja um ano para concretizar, quebrar barreiras e lutar pelo que se acredita. 

Feliz Ano Novo! São os votos das Bibliotecas do Agrupamento de Escolas Abade Baçal a toda a Comunidade Educativa.


segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Boletim In-Formar N.º 18

O BOLETIM N.º 18 IN-formar para Conhecer já saiu.

Boas leituras!