segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Boletim In-Formar N.º 18

O BOLETIM N.º 18 IN-formar para Conhecer já saiu.

Boas leituras!


domingo, 14 de dezembro de 2014

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

DIA INTERNACIONAL DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Comemora-se hoje, 3 de dezembro, o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. Esta celebração realiza-se desde 1998, ano em que a Organização das Nações Unidas avançou com a convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência.

Atenta a esta população, as bibliotecas do nosso Agrupamento dispõem de um conjunto variado de livros, filmes, material didático e digital, para poder ser utilizado em qualquer contexto educativo, ou ser consultado a todos quantos dele necessitem. Como sabemos que a luta pela igualdade na diferença, exige um enorme esforço pessoal e acima de tudo social, é com alegria e prazer que nos juntamos a esta causa que é de todos e para todos.


Deixamos assim, um pequeno excerto da vida de Nick Vujicic, para quem a força de viver e de ser igual na diferença, se tem revelado uma luta constante de vitórias. Um exemplo de vida.




quarta-feira, 19 de novembro de 2014

A PRINCESA E A ERVILHA: Uma história de Encantar

Era uma vez um príncipe que queria casar com uma princesa — mas tinha de ser uma princesa verdadeira. Por isso, foi viajar pelo mundo fora para encontrar uma, mas havia sempre qualquer coisa que não estava certa. Viu muitas princesas, mas nunca tinha a certeza….  

É verdade: é uma história de encantar. Os alunos do 4.º ano da Escola Básica de Izeda, ouviram e leram a história na sua biblioteca. De seguida, trabalharam a história visualmente e graficamente. As fotos recordam o momento.







Se te entusiasmaste com o momento, aqui fica a história para ouvires. 


video




terça-feira, 18 de novembro de 2014

Datas Comemorativas de Novembro de 2014


  • 03 de Novembro: Dia Mundial do Homem
  • 11 de Novembro: Dia de São Martinho
  • 11 de Novembro: Dia Internacional da Ciência e da Paz
  • 14 de Novembro: Dia Mundial da Diabetes
  • 15 de Novembro: Dia Nacional da Linguagem Gestual Portuguesa
  • 16 de Novembro: Dia Internacional da Tolerância
  • 16 de Novembro: Dia do Mar
  • 17 de Novembro: Dia do Não Fumador
  • 20 de Novembro: Dia dos Direitos Internacionais da Criança
  • 21 de Novembro: Dia Mundial da Televisão
  • 24 de Novembro: Dia Nacional da Cultura Cientifica
  • 24 de Novembro: Dia Mundial da Ciência
  • 25 de Novembro: Dia Mundial para a Eliminação da Violência contra as Mulheres

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

LEMOS CONTIGO…NATAL


LEMOS CONTIGO…NATAL

Porque a leitura recreativa pode enriquecer as tuas competências leitoras e o NATAL está à porta, no âmbito do Projeto aLeR+, sugerimos-te vários títulos alusivos ao tema.
Desafia as tuas leituras!

Iniciamos a leitura contigo: Sonhos de Natal é, pois, um livro em que a infância e a memória andam de mãos dadas com o espírito natalício. Sonhos de Natal, de António Mota e Júlio Vanzeler é uma leitura de tradição e afetos.
A ação situa-se num pequeno espaço rural. A narrativa é narrada por uma voz infantil.

Lê connosco este excerto:

«A primeira coisa a ir para dentro da gruta foi o musgo. Com muito jeito alcatifámos o chão com mantas fofas e verdes que fomos tirando das cestas. As heras foram crescendo em redor. E, de repente, o interior da gruta transformou-se numa serra verdinha, com arvoredo e cheia de pasto, a precisar de um rebanho de ovelhas e de alguns pastores. (…) Feita com espigas de trigo, saiu da caixa uma manjedoura. Era uma boa ideia. Se chovesse ou nevasse, aquela manjedoura serviria para lá pôr o feno seco para o rebanho comer. Outro pastor chegou. Aquele pastor, que era ainda rapazinho e tinha um chapéu roto na cabeça, foi pôr-se junto dos cordeiros. E fez muito bem. Aquela serra não estava vigiada. Se aparecesse um lobo, os cordeiros, coitaditos, nem sequer teriam tempo de chamar pelo cão. Depois apareceu uma vaca (…). Do outro lado veio encostar-se um burrinho. Logo depois apareceu S. José e foi encostar-se à manjedoura. Atrás de José, veio Maria. O burrinho, a vaca, José e Maria estavam a olhar para a manjedoura. Bem se via que estavam preocupados. O bafo muito quente saía das narinas da vaca e do burrinho e aquecia a palha da manjedoura. Uma estrela prateada apareceu no cimo da gruta, bem perto de um galo que não parava de cantar. Finalmente, muito gorducho, sempre a rir, só com uma fralda de pano no corpo, o Menino Jesus foi posto na manjedoura. Depois ficámos bastante tempo a olhar. A olhar. Calados. O silêncio era tão grande naquela gruta que até parecia que ouvíamos o Menino Jesus a respirar tranquilamente.»